Arquivo da tag: produçao maxima

Paranoá Senepol fatura R$ 1,4 mi com ampla liquidez no Produção Máxima

A Paranoá Senepol deu mais uma grande contribuição para a pecuária de corte do Brasil. Na tarde do último dia 5 de março, negociou 400 produtos no Leilão Virtual Produção Máxima Paranoá Senepol, que teve transmissão pelo Canal Rural e faturou R$ 1,4 milhão. A liquidez foi tanta, que o remate terminou 40 minutos antes do horário marcado para o fim da transmissão. Foi o segundo ano do leilão de produção da Paranoá, que tem sua sede em Três Lagoas/MS.

Release_ProducaoMaxima_2017
Equipe comemora final de mais um leilão de ampla liquidez da Paranoá Senepol, no estúdio do Canal Rural, em São Paulo/SP: (da esquerda) Guillermo Sanches (leiloeiro), William Andrade (Programa Leilões), Cláudio Gasperini (leiloeiro), Guilherme Zeli, Tânia Mara André Zeli, Eldino Zeli (Paranoá Senepol) e Júnior Fernandes (S+). (Foto: Assessoria de Comunicação Paranoá Senepol)

Tivemos um sinal de que os nossos produtos atenderam a um mercado que precisa continuar produzindo, apesar do momento que todo mundo enxerga de crise no mercado, e o importante foi a liquidez total”, declarou Guilherme Zeli, da Paranoá, comemorando a venda para 13 Estados diferentes, sendo três novos: Acre, Rondônia e Santa Catarina.

Os 54 reprodutores comercializados saíram por uma média de R$ 11.320,00. Entre eles, 13 lotes do convidado Interfogos Senepol, de Claudemir dos Anjos, de Paranaíba/MS. As 36 matrizes vendidas – entre elas algumas qualificadas Safiras do Senepol no maior programa de avaliação de fêmeas da raça no mundo – tiveram média de R$ 11.440,00.

Nove dos lotes de fêmeas foram vendidos pelo convidado ZB Senpeol, de Zélia e Deizinho Bellodi, de Caarapó/MS. O destaque do leilão foi a matriz SHOA 61 FIV, da parceria Paranoá e Santa Helena Senepol, uma filha de CN 4635 Blondie que aos 33 meses saiu por R$ 18 mil.

O leilão foi assessorado pela S+, que também considerou expressiva a representatividade da Paranoá no mercado. “A família Zeli sempre foi muito criteriosa e esses touros e matrizes que vendemos com o que chamamos de pista limpa são a prova disso”, comentou Júnior Fernandes, da S+.

Também foram comercializados 306 animais comerciais meio-sangue Senepol, frutos de genética da Paranoá. Os 166 machos desmamados foram negociados por média de R$ 1.343,00 e as 140 fêmeas contemporâneas, por R$ 1.290,00. O comprador de todos os bezerros de corte foi a Fazenda Progresso, de Brasilândia/MS.

A equipe da Paranoá prepara agora a terceira edição de um evento que notabilizou a marca de Guilherme e Eldino Zeli. No dia 2 de junho, acontece em Três Lagoas/MS o Leilão Genética Paranoá e Convidados, com a oferta de doadoras qualificadas. Mas, até lá, todas as informações serão passadas a seu tempo.